14/05/2010

Bolsas Européias em baixa e Euro tem a menor cotação do último ano


Eu já estava esperando o fim desta crise americana-européia que levou tantos países para o caminho do abismo. E diziam que estaria para acabar. Foram tantos os planos de governo implementados, foram tantos os cortes e os investimentos em cursos de especialização a fim de reduzir o número de desocupação, mas quando teoricamente as coisas deveriam se acalmar, se agravaram ainda mais. Vieram então a crise da Grécia, de Portugal e da Espanha. Não ficarei aqui discutindo questões de bolsa de valores e razões que impulsionaram a queda da cotação do euro, pelo simples fato de que entendo muito pouco sobre economia. No entanto, aqui no Pulmão do mundo tudo parece mais intenso e caótico ou talvez simplesmente chegamos no momento errado, na chamada ERA da CRISE.

Uma hora, a crise é resultado do caos americano. E de fato, o problema foi muito mais perceptível por aqui do que no Brasil. No ano passado a cada três meses um país Europeu comunicava que estava entrando em recessão. Depois, quando o sufoco parecia ter passado, dando espaço à tranquilidade, a Grécia surgiu sem dinheiro e com greves gerais, causando problemas por todos os lados. Sim, esta é a ERA CRISE, mas também a ERA EURO DESVALORIZADO. Na União Européia, se um país vai para o buraco, os outros o acompanham ou precisam tomar providências rápidas e em conjunto. O problema é que a unanimidade não se alcança do dia para a noite, principalmente quando o assunto é dinheiro. Enquanto isso, a crise entra em crise.

Se uma hora a Alemanha não concorda em ajudar a Grécia, na outra é a Inglaterra que não aceita o auxilio aos outros países. Além das crises em si, até as discussões para a solucão do problema acaba gerando outras crises. Tenho acompanhado diariamente a cotação EURO x REAL. É desanimadora. Hoje (14/04/2010) o euro chegou a valer 2,22 reais. Quando nos mudamos para a Itália, em 2008, o euro custava entre 2,80 e 3,00 reais. No início deste ano estava 2,60, em seguida caiu, caiu e desabou. É realmente preocupante. Daqui a pouco chegará a equiparar ao dólar . Tem economista dizendo no Brasil que o ideal será unificar a administração dos países europeus nas mãos de um único governo. Quem sou eu para criticar um especialista, mas para mim isso è mera utopia! Quero ver os poderosos da Europa deixando-se comandar financeiramente por um único governo, que não o deles.

Chega de crise! Neste século, o mundo se acostumou a criar problemas para tudo. Deveria ser como disse o Má hà uma semana, após umas taças de vinho "É simples de solucionar todos os problemas. É só o operário da fábrica de dinheiro produzir em maior quantidade e sair distribuindo que todos os problemas acabam. Por que dificultar?"

PS: Aos economistas: me desculpem minha avaliação amadora, mas esse é o ponto de vista de quem já não digere mais o tema.

2 comentários:

Caipirinha e Vinho disse...

Estamos de cabelo em pé!!!! Como diz a minha avó!
E preocupa mais ainda saber que, assim como o dolar que teve grande queda nos últimos anos e não se reergueu mais, o mesmo parace estar acontecendo com o Euro. Lembro de este já ter cotação de 4,5/real. E depois só veio caindo! Desanimador par nós que acabamos de chegar!

Caipirinha e Vinho disse...

Olá Érica, obrigada pela dica sobre a petente. Mas eu e minha irmão fomos até a auto escola e nos disseream que a nossa carteira brasileira vale aqui, porém precisa ser traduzida ou então, fazer uma carteira internacional...Agora não sei entã!! Também já vi vários sites onde pessoas que estão aqui falam que precisaram fazer esta carteira internacional... A polícia parou vocês alguma vez em que estavam com a carteira brasileira???

Precisamos fazer a "patentino" para dirigir a motorino ou pode ser a brasileira também???

Mais uma vez obrigada...

Jana Vicente