04/05/2010

No Brasil os casamentos movimentam milhões, na Itália o divórcio vem sendo considerado um novo e promissor mercado

Milão realiza pela primeira vez, nos dias 8 e 9 de maio, uma feira que ao invés de ter como público-alvo os amantes, enfatiza os casais que estão se divorciando. Sim, é exatamente isto. Na Itália o número de divorcios em 2009 chegou a 60 mil, enquanto o número de separações a 90 mil e por isto passaram a investir fortemente neste setor, oferecendo serviços para os novos solteiros reconstruirem a vida.

O Salão do Divórcio acontecerá no Hotel Mariott de Milão, onde participarão 18 expositores de setores como consulência para problemas entre os casais, psicólogos, psicoterapeutas, imobiliárias, arquitetos, investigadores, empresas que fazem testes de DNA para reconhecimento de paternidade, experts que auxiliarão o casal a trocar os presentes de casamento. O diretor do evento, Franco Zanetti, informou que a idéia veio de Viena e queria mostrar que o que muitos consideram falencia pode ser visto como ponto de partida.

Bem, no meu ponto de vista esta feira é ridícula e ajuda a considerar o casamento como algo descartável, como um contrato de trabalho, que tem data para iniciar e para terminar. Se não bastasse, o diretor acrescentou que gostaria de organizá-la juntamente com a feira dos noivos, de maneira a oferecer um desconto no bilhete.

Bom...vivemos numa sociedade cheia de valores invertidos, então deixa para lá!

Para quem quiser conferir a programação, deixo o site: www.expuntoeacapo.it

3 comentários:

Juliana disse...

Erica, com diz a minha vò: "nao tem o que nao inventam!"
Vc, como jornalista, nao bateu uma vontade de ir là fazer uma reportagem? Eu sim!
Beijos!!!

Erica Moreira disse...

Oi Juliana,

Sinceramente estou pensando em ir sim, mas preciso comprar minha máquina fotográfica que quebrou. Quem sabe irei no domingo.

Mas teria que fazer uma matéria somente informativa, porque minha opinião sobre a iniciativa não é das melhores. E vc, já sabe quando volta ao Brasil?

bjs

Juliana disse...

Volto dia 10, na terça-feira. Já está aí, né?
Estou numa correria danada.
A princípio, retorno para a Itália em agosto.
Beijos!!!