01/10/2010

Livro: A Cabana / Il Rifugio

"Mackenzie, faz um tempo. Senti sua falta. Estarei na cabana no final de semana que vem, se você quiser me encontrar". 


Este é um importante trecho do livro A Cabana, de William P.Young, lançado em 2007 e que já teve mais de 12 milhões de cópias vendidas. O livro gira em torno da mensagem acima, enviada por Deus à Mackenzie Allen Philips, um canadense que quatro anos antes teve a filha raptada e assassinada dentro da cabana.

Tudo aconteceu quando Mack e seus três filhos foram acampar nas montanhas do Canadá. O que era para ser uma doce lembrança de férias, se transformou em tragédia e terror. Eles passaram dias agradáveis até uma manhã em que os filhos mais velhos de Mack, que estavam no lago, quase se afogaram. Mack correu para socorrê-los, deixando a pequena Missy, de seis anos, sozinha por alguns minutos. Bastou pouco tempo para que fosse sequestrada, sem que ninguém notasse. 

Quando Mack voltou à barraca onde Missy tinha ficado desenhando, não a viu. Desesperado, procurou a polícia que começou uma longa busca. O único vestígio que encontraram foi o vestido vermelho que a filha usava, todo ensanguentado dentro de uma cabana no meio do nada. Sim, Missy foi assassinada e Mack perdeu completamente as esperanças e a confiança em Deus, destinando-se a viver acompanhado pela Grande Tristeza

Seria no dia de uma grande nevasca - quando Mack receberia um bilhete de Deus - que tudo mudaria mais uma vez em sua vida, mas  agora ele poderia fazer escolhas. A mensagem o convidava para encontrá-lo na Cabana e lhe dava a possibilidade de conhecer a verdade. Mesmo sem acreditar que fosse Deus, Mack resolveu arriscar e descobrir se aquela carta era uma brincadeira de mal gosto. Na cabana, encontrou Deus, Jesus e Sarayu e começaram a conversar de igual para igual. Eles não eram bem aquilo que Mack esperava do ponto de vista físico,  mas como seres superiores não se questionava.

Ali, Mack passou algum tempo, onde pôde aprender muito sobre a vida, perdão, amor, entre outros sentimentos nobres. Foi lá que obteve respostas para suas perguntas e que passou a aceitar e compreender que a vida é muito mais do que o mundo material, que Deus está por todos os lados, independente de religiões, que os preconceitos são abomináveis e que na verdade, a idéia de que o ser humano é completamente livre e independente não passa de uma ilusão.

Gostei do livro, especialmente do final, que não relatarei para não ser estraga prazeres. Acho que se eu relesse sabendo a mensagem final, aproveitaria ainda mais a história. Quem sabe mais adiante? Esta aí, mais uma dica de leitura!

No vídeo abaixo é possível conferir a entrevista do autor, concedida a CBN.com


4 comentários:

Allan Robert P. J. disse...

Não conhecia. Valeu pela dica!
Vou colocar na minha lista de leituras urgentes. :)

Erica Moreira disse...

Oi Allan,

É uma leitura bem tranquila e rápida. Dá para conciliar com outro livro, se você quiser! rsss

abs e obrigada por ter nos visitado!

Lili Detoni disse...

Amore! Que saudade de vc!!!! Este livro é maravilhoso! Eu o comprei sem saber exatamente o que iria ler, mas foi tudo de bom! Tbm o recomendo, pois tem uma mensagem linda sobre a existência de Deus.
E vc, minha linda? Como estão vcs dois? Saudadinha, viu?
Bacioooooooo!!!!!

Erica Moreira disse...

Tenho observado nas estatísticas do blog que a maior parte dos leitores entra para ler sobre A Cabana e sobre O Diário de Anne Frank. São realmente muitas as visitas, mas ninguém me deixa um comentário sobre o que achou do livro, do resumo ou o motivo pelo qual resolveu ler esses títulos.

O gostoso de escrever é saber que alguém lerá e compartilhará opiniões positivas e negativas.

Se vc entrar aqui deixe seu comentário, com certeza será enriquecedor para mim e para outros leitores.

Obrigada, abraço. Erica