23/11/2010

Comer, Rezar e Amar

O filme, de direção de Ryan Murphy, conta a história de uma belíssima mulher, Elizabeth Gilbert, representada por Julia Roberts, que após decidir se divorciar do marido, percebeu que perdeu o brilho e o prazer por aquilo que antes lhe deixava muito feliz. Educada e bem-sucedida profissionalmente, certo dia Elizabeth descobre que tudo tinha perdido o sentido: "Toda a minha enorme sede de vida desapareceu", admitiu.

Ela então resolveu dar um tempo de sua vida rotineira e partir em busca de auto-conhecimento. Essa procura intensa a levou para a Itália (Napole), onde além de fazer amizades reaprendeu a saborear literalmente os detalhes da vida e a apreciar a comida italiana. De lá quis se aproximar de Deus e foi diretamente à India. Viveu durante uns meses, onde aprendeu a meditar e lidar com seus medos e recentimentos. O próximo desafio foi Balli, onde imaginava finalizar seu trajeto, que na verdade poderia estar apenas começando.

Eu, particularmente, gostei muito do filme porque três razões:

1. O ser humano é um ser eternamente insatisfeito e está sempre em busca de algo que não sabe o que é, o que o faz muitas vezes não enxergar a felicidade nos detalhes. O Homem vive em constante crise e por isso às vezes é preciso mudar tudo e recomeçar.  

2. Faz um giro pela Itália, mostra um pouquinho da cultura familiar e da gastronomia. Apresenta algumas regiões medievais e alguns diálogos na língua italiana.

3. Apresenta atores que representam personagens brasileiros, além de músicas brasileiras como bossa nova. Amei! 

5 comentários:

Lili Detoni disse...

Eu amoooooo essa história! Já li o livro (que eu acho mais legal ainda!) e vi o filme! Adoro esse jeito de viver a vida, buscando recomeços, oportunidades, conhecimento cultural, etc. A história de Liz é perfeita para quem quer dar um passo novo e tem receios. O mais encantador é poder ver as ruas e cantos da Itália! Além de saber que qualquer pessoa corre o risco de encontrar uma nova história, como ela, e ser feliz outra vez!
Não posso deixar de comentar sobre Javier Bardem (Felipe): lindo demaaaais!!!! - Quem sabe num desses meus giros consiga encontrar un amore!!!!
Dica: continuação da história no novo livro: "Comprometida".
Bacione per te!!!!!
Lili.

Sacha Vaz disse...

Acho que criei uma expectativa muito grande para esse filme, eu esperava mais! E ah... achei péssimo o nosso amigo Javier soltando umas palavras em espanhol, fazendo papel de brasileiro! rsrs

Amanda Alberola disse...

eu assisti em español aqui em Barcelona 2 semanas antes de dar a luz (aqui todos os filmes são dublados acreditem se quiser). Imaginei que no Brasil ele falaria em portugues, sei lá... também tinha uma expectativa maior, gostei... mas esperava mais!

Junia Ansaloni disse...

Eu tb Erica, li o livro e esperva muito, acredita que achei cansativo, tirando a parte da Itàlia que me fez rir, Bjim

ines bachiega disse...

Sem dúvidas o livro é muito mais rico de informações, questionamentos...mas o filme também foi legal, suave.
Uma amiga psicóloga me perguntou outro dia se eu já havia comido bastante, rezado bastante e tivemos uma conversa interessante a respeito da sequÊncia comer, rezar, amar...rs